O comboio em Portugal: de Lisboa ao Porto, Linha do Norte

Semaforos ferroviários

Semaforos ferroviários

Gosto de viajar de comboio. É um meio de transporte seguro, onde não é preciso pensar para conduzir ou para saber qual é a direcção a levar. Em Portugal, o comboio é relativamente barato, e é muito frequentado. Morando em Pombal, na “Linha do Norte”, tenho que fazer o trajecto Pombal – Lisboa algumas vezes. Desta vez, peguei na máquina fotográfica, e disparei um pouco por toda à parte nas paisagens ferroviárias que se me ofereciam, durante as quase duas horas que demora o comboio à chegar ao destino.

Ultima carruagem

Ultima carruagem

Atravessa-se o campo português

Atravessa-se o campo português

A principal via ferroviária do país chama-se « Linha do Norte ». Ela liga a capital, Lisboa, ao Porto, passando pelas principais cidades do litoral. Para a História, os trabalhos de construção da linha de caminhos de ferro para o Norte começaram em 1859. A linha chega em 1864 à Vila Nova de Gaia. O caminho de ferro era uma autentica revolução para a época, mas vista com desconfiança pelos portugueses, que acusavam as locomotivas de todos os demónios: o comboio provocava doenças nos bebés e más colheitas, diziam eles.

A carruagem é confortável

A carruagem é confortável

Do outro lado do vido, a estação

Do outro lado do vido, a estação

No século XXI, isso mudou muito, todas as cidades querem ter a sua gare TGV, um grande projecto em construção. Hoje, a Linha do Norte, que liga a Gare de Santa Apolonia em Lisboa à Gare de Porto-Campanhã no Poto, é a mais movimentada do país, tanto em transportes de passageiros do que em transportes de mercadorias. Ela atravessa algumas das mais bonitas cidades portuguesas: Aveiro, Coimbra, Santarém…

A estação, cheia de azulejos

A estação, cheia de azulejos

Estação de Santarém

Estação de Santarém

Vários tipos de comboios circulam neste linha de caminhos de ferro. Podemos por exemplo viajar num “Alfa Pendular”, que é o mais rápido para se ir do Porto a Lisboa. Também é o mais caro, e ele não para nas estações todas, claro. Por mim, prefiro ir sistematicamente no “InterCidades”, que, como o nome indica, liga as principais cidades entre si. Podemos também encontrar comboios regionais, que param em cada estação e apeadeiro. Este é menos utilizado, já que as pessoas preferem agora ir de carro para pequenos trajectos.

As casas estão coladas à via ferrea

As casas estão coladas à via ferrea

Pessoas moram aqui

Pessoas moram aqui

Estamos na mais importante via ferroviaria de Portugal…

Estamos na mais importante via ferroviaria de Portugal…

Para comprar um bilhete de comboio, é muito simples. Pode-se fazer como em qualquer parte, na estação ou na Internet, mas também em qualquer multibanco: escolhe-se as boas opções, e a caixa multibanco imprime o nosso bilhete. Para ir para Lisboa, o bilhete custou-me 13,50 euros, partindo de Pombal. Não uma quantia demasiado cara, as tarifas são regulamentadas para que sejam acessíveis a todos. Não se sabe bem ao certo o que vai acontecer com a chegada do TGV, nem se as pessoas vão estar de acordo para pagar mais caro para se ganhar alguns minutos… A viagem de Pombal a Lisboa dura em média 1h45. Isto claro, se não se contar os inumeráveis atrasos, bastante frequentes, sinal de que a linha está a ficar completamente saturada.

Uma pequena arvore, mesmo junto à linha

Uma pequena arvore, mesmo junto à linha

Passagem debaixo de uma ponte

Passagem debaixo de uma ponte

Com o comboio, eu tenho sempre muito prazer em olhar para a paisagem, de admirar a beleza do país. Atravessamos bonitos campos, aldeias com as suas igrejas brancas, e bonitas linhas de horizonte. É muito agradável e confortável, dá para notar a diferença com o stress da autoestrada. Pode-se andar de pé num comboio ou olhar para um filme no computador portátil enquanto se espera de chegar, sem ter o mal dos transportes, como acontece-me bastante vezes de carro. Perceberam bem, eu gosto do comboio!

Fotos de uma viagem de comboio

Viajar num InterCidade

Viajar num InterCidade

Cruzamento com uma estrada do campo

Cruzamento com uma estrada do campo

Máquinas de manutenção

Máquinas de manutenção

Muitos cabos electricos

Muitos cabos electricos

Chegada na estação de Santarém

Chegada na estação de Santarém

Porta de saída do comboio

Porta de saída do comboio

Carris da linha

Carris da linha

As curvas das linhas impedem os comboios de irem muito depressa

As curvas das linhas impedem os comboios de irem muito depressa

Ponte Salgueiro Maia, Santarém

Ponte Salgueiro Maia, Santarém

Vê-se a paisagem que desfila, da janela…

Vê-se a paisagem que desfila, da janela…

Gare do Oriente, vista do comboio

Gare do Oriente, vista do comboio

Chegada à estação de Santa Apolónia

Chegada à estação de Santa Apolónia

O chão de Santa Apolónia é uma calçada portuguesa, polida

O chão de Santa Apolónia é uma calçada portuguesa, polida

E muito fácil pegar no metro a partir de Santa Apolónia

E muito fácil pegar no metro a partir de Santa Apolónia

Logo do Intercidades

Logo do Intercidades

Comboio para Madrid

Comboio para Madrid

Comboio para o Porto

Comboio para o Porto

Tags: ,

3 comentários para “O comboio em Portugal: de Lisboa ao Porto, Linha do Norte”

  1. Maria Cristina P. S. Ramos dit :

    Senhores (as) ,

    Sou brasileira e em março de 2011 estou viajando para Portugal. Tenho que ir à Torre do Tombo . Pela Internet descobri que fica em Santarém , distante 78 km . Gostaria de fazer esta viagem (de Lisboa para Santarém) de trem . Como posso fazer ?

    Grata pela atenção,
    Maria Cristina
    SALVADOR – BAHIA – BRASIL

  2. Marcelo Oliveira dit :

    Olá Cris. Sou se Sampa e cresci na Bahia, amo ambos estados. Pena que não deixastes um e-mail pra contato. Olha, pra íris de Lisboa a Santarém é fácil. Estando aqui em Lisboa, vais a estação da Gari do Oriente ou Santa Apolônia, compras o bilhete na hora, é baratinho, a viajem é curta e descontraída. Desces em Santarém e apanhas um auto carro (ônibus) até a Torre. Tb podes alugar um carro com GPS, não é caro, podes conduzir aqui com sua carta brasileira até três meses, período turístico.
    Meu e-mail – [email protected]. boa sorte!
    Ao fotografo: Parabéns pelas fotografias, belíssimas imagens. Já fui de trem de Lisboa a Aveiro é uma viajem tranquila, um colirio pros olhos!

  3. Lina M. A. Pereira dit :

    Estaremos (Eu e Meu Marido) em Portugal (Lisboa)a partir de 26/03/11 e pretendemos ir até Porto de Trem e voltar de Carro (alugando)e/ou de trem passando por todas as cidades possíveis e interessantes de serem visitadas.
    O que Vcs indicam como sendo o melhor a ser feito ?

    LMAP

Deixar um comentário