Metro de Lisboa

Corredores de uma estação de metro

Corredores de uma estação de metro

Lisboa é uma capital de este mundo, e, como qualquer grande cidade, tem sorte por ter um metro. O metro, o meio de transporte do citadino, veio melhorar em bastante a qualidade de vida de muita gente, que o utilizam todos os dias. Mas como em qualquer lugar publico, onde se passam muitas horas a viajar, o ambiente, a decoração é muito importante, como é claro, as acessibilidades e a simplicidade de uso. O metro de Lisboa é um muito bom exemplo de metro moderno, bem pensado e agradável de se andar nele.

Mapa do metro de Lisboa

Mapa do metro de Lisboa

Já tinha falado um pouco do metropolitano no meu artigo sobre a estação de Picoas, vamos agora ir um pouco mais além, e ver mais em pormenor ao que se poder parecer o dia à dia no metro da capital de Portugal.

Escadas rolantes, para os dois sentidos

Escadas rolantes, para os dois sentidos

Elevador

Elevador

Inaugurado em 1959, é um dos metros mais recentes para uma capital europeia. Na altura, só havia uma linha em Y, que podemos comparar às 4 linhas da actualidade. O metro de Lisboa está sempre em expansão, com novas estações todos os anos. Foi em 1998, com a Expo, que o metro se desenvolveu mais, com a inauguração de uma linha nova, e novos nomes para as linhas existentes, com uma nova identidade gráfica.

As 4 linhas de metro

As 4 linhas de metro

Em Lisboa, as 4 linhas são todas conhecidas por uma cor determinada, e representadas por um elemento em relação com a cidade. A linha Azul, ou linha A, é representada por uma gaivota, a linha Amarela, ou B, representada por um girassol, a linha Verde, ou C, por uma caravela e finalmente, a linha Vermelha, ou D, representada pelo Oriente. Aprecio bastante a qualidade do trabalho, sendo eu próprio designer gráfico. Esta vontade de dar uma alma a cada linha resulta muito bem.

Sinalética nos corredores

Sinalética nos corredores

Indicação de direcções

Indicação de direcções

Mapa da cidade e do seu metro

Mapa da cidade e do seu metro

O tipo de letra escolhido, Metrolis, foi encomendada de propósito pelo metro de Lisboa. São sem duvida letras muito bem desenhadas, que fazem a vida muita mais agradável para quem procura orientar-se nos subterrâneos lisboetas. Sempre acompanhado do bom pictograma, da boa sinalização, da boa placa de direcção. O metro ele próprio foi bem concebido. Quando se chega por exemplo à estação Marquês de Pombal, o que me fez prazer, foi de ver uma larga entrada e largos corredores, que deixam espaço para toda à gente : não é preciso empurrar ou andar aos encontrões, como acontece-me tantas vezes em Paris.

Aqui, compra-se o titulo de transporte

Aqui, compra-se o titulo de transporte

A maquina aceita cartão, notas, e está preparada para os invisuais.

A maquina aceita cartão, notas, e está preparada para os invisuais.

Para comprar um bilhete, é um pouco como em toda à parte : na bilheteira automática. Os invisuais não foram esquecidos, e podem comprar o bilhete com simplicidade. Não se esperava menos de um metro completamente renovado e sempre em expansão. Os bilhetes utilizam a tecnologia RFID: tecnologia sem contacto, basta passar com o bilhete por cima de um detector, que abre as portas se o bilhete for válido. Para aceder ao cais, temos escadas rolantes nos dois sentidos, conjuntamente com elevadores. Tudo é muito moderno, impecável e limpo. Um grande cuidado é de notar na iluminação e na decoração, feita por artistas. Vamos encontrar bastante elementos típicos da arquitectura portuguesa, como os azulejos, por exemplo, ou elementos decorativos que lembrem o nome da estação, como este marquês nas paredes da estação do Marquês de Pombal…

O Marquês de Pombal nas paredes do metro

O Marquês de Pombal nas paredes do metro

Azulejos

Azulejos

Quando se espera pelo metro no cais, pode-se olhar para um painel electrónico que indica o tempo que falta para estar à espera. O comboio é tudo o que há de mais clássico, mas muito funcional: podemos ir de uma ponta à outra, as carruagens não estão separadas, o que é um enorme ganho de espaço. Penso que os lisboetas podem sentirem-se orgulhosos do seu metro, que só peca pela sua pouca extensão, muitos bairros históricos e populosos não tendo uma estação.

Fotos do metro de Lisboa

Cais do metro

Cais do metro

Mapa do metro

Mapa do metro

Dentro das carruagens

Dentro das carruagens

Bancos para esperar

Bancos para esperar

Os cais são como a calçada da cidade

Os cais são como a calçada da cidade

Túnel do metro

Túnel do metro

Aqui, valida-se o seu titulo de transporte

Aqui, valida-se o seu titulo de transporte

Estação de metro

Estação de metro

Publicidade no metro

Publicidade no metro

Entrada da estação Marquês de Pombal

Entrada da estação Marquês de Pombal

Para encontrar uma estação, basta procurar o M

Para encontrar uma estação, basta procurar o M

O metro chegou ao destino

O metro chegou ao destino

Tags:

2 comentários para “Metro de Lisboa”

  1. anonimo dit :

    É impressao minha ou o gajo tá a mijar no “M”?

  2. Èrico Rocha dit :

    Gostaria de saber como se compra o bilhete antes de ter o cartão.
    Eu vou chegar, vindo de longe, pelas 6:30 da manhã, à estação do Oriente para seguir para a estação do Rato o mais depressa possível e não sei o que fazer.
    Por favor, ajude-me.
    Muito obrigado,
    Érico Rocha

Deixar um comentário