Museu do Marquês de Pombal

Museu do Marquês de Pombal

Museu do Marquês de Pombal

Pombal, cidade do centro de Portugal, será par sempre marcada por uma figura emblemática e maior do século 18, o Marquês de Pombal. Sebastião José de Carvalho e Melo governou Portugal com uma mão de ferro, levando o país para a modernidade práticamente à força, o que lhe deu muitos inimigos. Pombal quis honrar o seu mais celebre cidadão, com um museu, que retrate as grandes etapas da sua vida, e nos apresente um retrato da vida como ela podia ser no século 18.

O museu fica na praça do Marquês de Pombal, na Cadeia Velha

O museu fica na praça do Marquês de Pombal, na Cadeia Velha

O museu ocupa um espaço emblemático da cidade, a Cadeia Velha, situada na praça do Marquês de Pombal, no coração do centro histórico. O museu foi inaugurado a 8 de maio de 1982, graças ao espólio doado pelo antiquário pombalense Manuel Gameiro. A Câmara Municipal escolheu em 2004 de dar valor como deve ser a este tesouro tão importante, utilisando a Cadeia Velha, que tinha perdido a sua função primeira, com este novo uso. Este novo espaço é doravante muito mais adaptado à apresentação das coleções, mas também da visita, um verdadeiro contraste com o antigo museu, situado no que foi outrora um convento, hoje Paços do Concelho.

O museu é acessivel : sinalética em Braille

O museu é acessivel : sinalética em Braille

Cadeira para subir as escadas

Cadeira para subir as escadas

As coleções do museu apresentam-se em cinco salas temáticas. A mais importante é constituida por livros de época, sendo o mais antigo datado de 1717. Iremos encontrar livros que criticam ou louvam o Marquês, consoante o livro era escrito por um opositor ou um apoiante de Sebastião José de Carvalho e Melo. Também encontraremos numerosos documentos legislativos e documentos emocionantes, manuscritos do próprio Marquês.

O museu é bem estimado

O museu é bem estimado

Assinatura do Marquês

Assinatura do Marquês

É um pequeno museu, que merece o desvio se passar por Pombal. Aprendemos mais alguma coisa sobre esta epoca charneira de Portugal, uma época onde o país queria modernisar-se como os países do norte, mas que ainda era alvo de um imobilismo de fações mais conservadores, para não dizer retrogradas. A queda do Marquês foi, penso eu, a queda de Portugal, uma recusa da modernidade e do desenvolvimento. Mas isto é uma outra história, que será retratada um dia de maneira mais exaustiva, como deve ser, em Descobrir-Portugal.com

Fotos do museu do Marquês de Pombal

Caixão de madeira do Marquês

Caixão de madeira do Marquês

Colar de pérolas e renda

Colar de pérolas e renda

Os vestidos do século XVIII eram muito elaborados

Os vestidos do século XVIII eram muito elaborados

Secretária do Marquês de Pombal

Secretária do Marquês de Pombal

Vestido do século 18

Vestido do século 18

Busto de Sebastião José de Carvalho e Melo

Busto de Sebastião José de Carvalho e Melo

Um casal do século 18

Um casal do século 18

O museu apresenta roupas que eram vestidas na época do Marquês

O museu apresenta roupas que eram vestidas na época do Marquês

Tags: ,

Deixar um comentário